Blog-Jornalismo_Notícias de Hoje

Deixe um comentário
Compartilhar

Gasto secreto sobe e chega R$ 3,2 milhões – Em ano eleitoral, a Presidência da República aumentou o sigilo sobre gastos com cartão corporativo. O gasto secreto subiu e soma R$ 3,2 milhões. Menos de 2% das despesas estão detalhadas no Siafi.

Deputados usam em campanha verba pública dos gabinetes – Deputados de diversos partidos usaram verba pública para fim eleitoral. Ao menos cinco gabinetes, custeados pela Câmara, foram usados no primeiro mês de campanha oficial. Dos 513 deputados federais (75%) gastaram juntos R$ 809 mil em combustíveis para percorrer suas bases.

Foro especial para juiz pode cair – A decisão do Conselho Nacional de Justiça de aposentar um ex-ministro do STJ e um juiz do TRF (2ª Região) acusados de corrupção, mantendo as remunerações, pode ser o primeiro passo de uma decisão mais drástica. O STF discute o fim do foro privilegiado que mantém magistrados longe da perda dos privilégios.

Eleições: Os votos cobiçados de Marina – A candidata do PV tem apenas 10% de intenções de voto, mas pode decidir a corrida ao Planalto caso a disputa vá ao segundo turno. Os concorrentes tomaram uma precaução: nada de atacar a ex-ministra.

Escândalos não tiram políticos das eleições – A eleição de outubro expõe uma contradição. Será a primeira disputa com a aplicação da Lei da Ficha Limpa, mas terá personagens dos maiores escândalos políticos dos últimos 20 anos com correndo a deputado, senador ou governador.

Ficha Limpa: Vitória de Roriz pode anular pleito – Procurador regional eleitoral alerta que, se o ex-governador não validar na Justiça a sua candidatura e vencer no primeiro turno, serão convocadas novas eleições no Distrito Federal.

Cabral faz campanha milionária – Um helicóptero alugado, dois mil cabos eleitorais contratados a R$ 1.200 por mês, 30 carros e 20 vans são alguns números da campanha milionária do governador Sérgio Cabral, que já arrecadou R$ 4,7 milhões.

A 90 dias do Enem, governo não fechou contratos – A três meses da realização do Enem, o contrato com as instituições que organizarão a prova ainda não foi assinado. Sem esse acordo formal, não é possível iniciar as atividades, como a contratação de fiscais. Mesmo assim, o Inep garante que tudo está de acordo com o cronograma previsto.

Planos de saúde: Espera de até 7 meses por consulta – Demora por atendimento, dívidas com o SUS e reajustes injustificados levaram três órgãos de defesa do consumidor a questionar a ANS, responsável pela regulação dos planos privados, nos últimos 20 dias.

Exigência de criança branca para adoção cai à metade – Dados do Cadastro Nacional de Adoção mostram que caiu quase à metade o contingente dos que colocam a cor branca como condição para adotar uma criança.  Em 2008, a lista do CNA tinha 12 mil pretendentes, e 70% apresentavam a exigência. Em julho de 2010, eram 38% de um total de 28 mil inscritos.

Rio: novo Código Florestal ameaça a Mata Atlântica – Estudo da Secretaria estadual do Ambiente revela que o Estado do Rio pode perder 88% da área destinada à preservação da Mata Atlântica em propriedades rurais, o que equivale a 360.618 campos de futebol – ou três vezes o tamanho da capital -, caso o novo Código Florestal seja aprovado pelo Congresso.

País perde US$ 27 bi por indústria exportar menos – Com a queda das vendas ao exterior de produtos industrializados, o Brasil deve deixar de ganhar US$ 27 bilhões este ano. Pela primeira vez desde 1978 o país está exportando mais bens básicos (43,3%) do que manufaturados (40,5%).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *