PODER

[ 9 ] Comments
Compartilhar

MIRANDA SÁ (E-mail: [email protected])

“O poder não corrompe o homem; é o homem que corrompe o poder” (Ulysses Guimarães)

Entre as sempre boas obras de Howard Fast uma das melhores, para mim, é “Poder” – um romance típico da escola americana narrando a carreira de um sindicalista cuja ambição leva-o a praticar maldades com oportunismo, esperteza, crimes e corrupção.

O perfil traçado por Fast nos oferece a figura que no Brasil chamamos “pelego”, o astucioso ativista sindical cujo amoralismo medeia os interesses de empregados e patrões para se manter no poder usufruindo das vantagens da posição.

No Brasil, um deles, Lula da Silva, elegeu-se presidente da República, levando consigo os seus comparsas para dirigir ministérios e empresas estatais e, pelas facilidades usufruídas do cargo, elegeu seus parceiros senadores e deputados…

Todos roubaram muito, por que o “poder é o poder”; e o poder provém da habilidade de se impor sobre os outros, pelo voto ou pela força, um processo próprio da política mesquinha sempre presente nos poderes econômico ou político.

O verbete “Poder” é tão poderoso e complicado que a sua qualificação gramatical é trina, aparecendo como verbo transitivo direto, verbo intransitivo ou substantivo…. A origem é latina, do verbo poteo, potēre, e do substantivo possum, potes, potŭi, posse, “o poder, capacidade de”.

Neste momento que o Brasil atravessa interessa-nos somente o substantivo. Poder é o direito de agir, deliberar, mandar, exercer a autoridade. Como função do Estado, deve ser, teoricamente, a ação necessária à execução do bem comum. Na República, são adotados três poderes, Executivo, Judiciário e Legislativo; no Império, pela Constituição de 1884, havia mais um, o Moderador, exclusivo do imperador.

A herança iluminista da doutrina dos poderes republicanos separados e iguais, é atribuída a Montesquieu – um pensador iluminista do século XVIII –, veio, entretanto, de mais longe no tempo, da antiga Grécia, com Aristóteles propondo a separação dos poderes.

Este princípio de governo, dos três poderes coexistindo, foi adotado pela primeira vez na Inglaterra, em 1653, e é hoje uma característica das democracias modernas. É pena que entre nós, atualmente, se assente apenas na teoria. É deturpada.

A desfiguração começa na indicação dos ministros da Suprema Corte pelo titular do Poder Executivo e aprovada pelo Legislativo. Que soberania e independência pode ter o Poder Judiciário se os seus membros são devedores a outrem da posição que ocupam?

É daí que nasce a degeneração dos juízes do STF, da subalternidade aos que os indicaram, os “fantasmas dos governos passados” que citei em artigo anterior, constatando com pesar que os tribunais superiores no Brasil se firmam em base contrária a que propunha Platão: é nomeada para prestar favores.

Isto ficou transparente (como água de esgoto) quando o STF concedeu uma esdrúxula liminar impedindo que Lula da Silva – condenado de Justiça por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha – seja preso até o julgamento de habeas corpus, no dia 4 de abril, após as longas férias pascais dos meritíssimos.

Para registro na agenda de fim-de-ano, anotem que votaram por esta idiossincrasia ajoelhados diante do Pelegão, os ministros Celso de Mello, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Ricardo Lewandowski e Rosa Weber. Ficaram contra, Alexandre de Moraes, Carmen Lúcia, Edson Fachin, Luiz Fux e Luís Roberto Barroso.

Paladino da Democracia, Abraham Lincoln escreveu que “quase todos os homens são capazes de suportar adversidades, mas se quiser pôr à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder”. É assim, que aqueles que o receberam de graça, se mostram esnobando da Justiça e escarnecendo da Nação.

 

9 respostas para PODER

  1. Irene Mattos Felix disse:

    Boa noite, my lord ,
    O poder corrompe a todos ou apenas os que já estão corrompidos ? Alguma vez no Brasil os três poderes agiram separadamente ? Confesso que não lembro , sempre se mantiveram unidos para manter o poder mais forte
    Será que os mesmos ministros, que votaram a favor da Segunda Instância, manterão seus votos ? Parece que apenas Rosa Weber pode mudar o seu Se votarem contra, ainda tem o TSE
    Confesso que estou descrente, pois fui inocente, acreditei que Carmem Lúcia não colocaria na pauta . Ontem Moro falou no poder das ruas Vamos para lá , vamos pedir o que hoje eles teimam em nos negar e ainda debochar, como fez Marco Aurélio e a fomigerda passagem aérea Abraços do RS , sem relho, é claro

  2. Em um regime democrático legítimo, o principal instrumento de poder é o voto. Cada cidadão vota exprimindo a sua vontade, e a soma dessas vontades resulta em Eleitos. Em tese, são Eleitos os que melhor representam os anseios da sociedade, de todos os cidadãos.

    Seria perfeito, não fossem dois probleminhas mínimos.

    1) A massa é burra, não existe decisão inteligente da massa. É assim desde muito antes àquela turba que clamou pela liberdade dos ladrões que ladeavam Jesus.
    2) Os que se oferecem ao julgamento do voto sabem disso. Sabem que o importante é parecer, e não ser. Por isso mentem descaradamente, pois sabem que a massa será incapaz de identificar a mentira, e sabem que o importante é agradar aos ouvidos. Não existe razão na massa.

    E está pronta a receita da política brasileira.

    É complicado explicar porquê a massa é burra. Mas é fácil observar: Em um estádio de futebol existe razão entre os torcedores? Em uma porta de fábrica com 5000 trabalhadores querendo trabalhar meia dúzia de “infiltrados” não transformam muitos trabalhadores em baderneiros? Você é você mesmo em um congestionamento? Em um churrasco com amigos onde 3 gostam de música sertaneja e 3 gostam de blues e 3 gostam de jazz e 3 gostam de samba e 3 gostam de rock e 3 gostam de sertanejo e os últimos 3 gostam de música clássica, PORQUÊ MESMO ASSIM É PERIGOSO TOCAR FUNK? É porquê a média é sempre para baixo.

  3. FORMAS DE VER O PODER:
    1ª: As pessoas só nos atingem quando damos poder a elas. (Zíbia Gasparetto)
    2ª:Os homens pensam que possuem uma mente, mas é a mente que os possui. Há pessoas que amam o poder, e outras que têm o poder de amar. (Bob Marley)
    3º: Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com freqüência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar. (William Shakespeare)

  4. Leila Botelho disse:

    Parabéns Miranda excelente seu artigo , bom dia

  5. Leila Botelho disse:

    excelente artigo Miranda meus Parabéns

  6. shit disse:

    Many of these shows are operating out of bigger cities like New York or Los Angeles, so that you get to travel free of charge if you get in the finals.
    It took about a couple of months to understand what as well as the raucous, discordant (to my ears) “melody. Here you are able to shop by theme or browse a whole range of themes should you be sill unsure on which to base the party.

  7. Margot Cardoso (@Margot_C1956 do Twitter) disse:

    ” É assim, que aqueles que o receberam de graça, se mostram esnobando da Justiça e escarnecendo da Nação.” Triste Brasil, onde aqueles que deveriam zelar pelo cumprimento da lei se atêm à sua própria vaidade e egolatria.
    Parabéns pelo artigo, irretocável!

  8. Excelente tema e muito instrutivo também . Uma perfeita aula para os desavisados e inconsequentes que ainda se acham iludidos por esse pelego analfabeto e bêbado que destruiu nosso país !

  9. www.linux.ca disse:

    Okay,? Lee mentіoned аnd thеn hе stߋpped and thoᥙght.
    ?The best factoг about God is ??? hmmmm?????..?
    He puzzled because he had so many thіngs that had been nice aboyt God but he wished tto select the
    best one so he woᥙld win the game. ?That he knows everything.
    That?s actually cool. Thhat means he can help me with
    my homework.? Larry concludеd with a proud expressіon onn his face.