Opiniões

Deixe um comentário
Compartilhar

Renúncia é golpe

Reação de Roriz ao empate na votação do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a validade da Lei da Ficha Limpa nas eleições deste ano foi um golpe: renunciou à candidatura que no caso, não merece qualquer tipo de acatamento, pois não passa de trama para criar outra forma de escalar o poder. É o que fica evidente com a indicação da mulher, Weslian Roriz, para sucedê-lo na corrida ao Palácio do Buriti. Trata-se de astúcia que desborda de todos os princípios da lisura política e frauda a consciência eleitoral dos que pretendiam sufragá-lo nas urnas de 3 de outubro. (Correio Braziliense)

Suprema confusão

Impasse na mais alta corte de Justiça deixa o país em suspense sobre a validade da lei que impede políticos com ficha suja de disputar as eleições deste ano. Renúncia de Roriz à candidatura no Distrito Federal e a retirada de recurso no STF lançam mais dúvidas sobre a questão, que também divide juristas e cientistas políticos. (Estado de Minas)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *