Lula sobre Erenice: ‘Se errar, a gente tem de pagar’

Deixe um comentário
Compartilhar

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira que quem trabalha no governo não pode errar, em referência a Erenice Guerra, que deixou o cargo de ministra da Casa Civil após a publicação pela Folha de um novo caso de lobby na Casa Civil.

“Quando a gente está na máquina pública, não tem o direito de errar”, disse. “E se errar, a gente tem de pagar”. A declaração foi dada ao Portal iG, momentos antes de receber de Erenice a carta de demissão.

O presidente afirmou que, em casos de denúncias levantadas pela mídia, sempre tem “muita cautela em fazer um processo de depuração entre o que é ilação e o que é verdade”. Lula ressaltou, no entanto, que Erenice prestou grandes serviços ao país e ao seu governo.

FSP-Sucursal Brasília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *