Investigação de violação de sigilo na Receita blinda Dilma

Deixe um comentário
Compartilhar

Ministério da Fazenda, o próprio Fisco e a PF vêm atuando para não apontar culpados antes da eleição 

Só na quinta-feira, 59 dias após a Polícia Federal instaurar um inquérito para investigar a violação do sigilo fiscal do vice-presidente do PSDB, Eduardo Jorge, o presidente Lula reconheceu que precisava dar uma satisfação pública sobre o caso. Por telefone, determinou ao ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, “uma investigação rápida, para mostrar ao País o culpado”. Apesar disso, a Fazenda, a Corregedoria da Receita e a PF mostram que esse processo está pautado pelo ritmo eleitoral. A preocupação é blindar a candidatura presidencial de Dilma Rousseff (PT) até outubro. “Não há empenho em investigar”, diz o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante Jr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *