Dividido, STF deve julgar ficha limpa até a eleição

Deixe um comentário
Compartilhar

A mais alta Corte de Justiça do país se prepara para decidir sobre a validade da Lei da Ficha Limpa, regra que pode definir a disputa eleitoral no DF e em outros estados. Tanto o presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, quanto o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski, acreditam ser possível resolver a questão até 3 de outubro. Também integrante do STF, Lewandowski ressaltou as divergências entre os ministros. “A minha expectativa é de que o Supremo esteja dividido”, disse. Peluso comentou a decisão do colega Ayres Britto de manter suspenso o registro eleitoral de Roriz. “Não é sinalização de nada. É simplesmente a postura do ministro que deu a decisão.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *