Demitido técnico do Santos

Deixe um comentário
Compartilhar

“Mais de uma vez Dorival Jr quebrou a hierarquia do clube, e a sua permanência ficou insustentável. Reiteramos que não toleramos atos de indisciplina dos nossos atletas, mas também não podemos concordar que ninguém se julgue maior do que o Santos FC”, apontou o clube no trecho final do comunicado assinado pelo presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

A decisão pela demissão de Dorival foi tomada rapidamente, pouco depois do fim do treinamento santista na tarde desta terça-feira, no CT Rei Pelé, em reunião com a cúpula administrativa – o presidente Luis Alvaro, hospitalizado em São Paulo para ser submetido a uma cirurgia de plástica, participou por teleconferência –.

Por volta das 21h, o treinador já havia deixado o CT Rei Pelé desempregado. O Santos revelou que houve um acordo amigável, e que o valor da multa rescisória, avaliada em cerca de R$ 2 milhões, não será pago.

“Em concordância mútua, as partes abriram mão do pagamento de multa pela rescisão”, cita a nota oficial santista.

O clube agendou para as 12h30min uma entrevista coletiva do diretor de futebol, Pedro Luiz Nunes Conceição.


Fonte: Uol Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *