Blog-Jornalismo_Notícias de Hoje

Deixe um comentário
Compartilhar

Gastos crescem perto das eleições – Confiante de que a economia vai se manter aquecida e a arrecadação de impostos continuará crescendo, o governo decidiu abrir a torneira de gastos, desta vez em R$ 1,7 bilhão, a duas semanas das eleições. Em julho, já tinha feito liberação extra de R$ 2,5 bilhões.

Lula chama Paulo Bernardo para conter crise nos Correios – A 13 dias da eleição, o presidente Lula interrompeu as férias do ministro Paulo Bernardo (Planejamento) e cobrou dele providências para estancar a crise na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Lula quer que Bernardo seja uma espécie de interventor para fazer uma operação pente-fino na estatal e apagar o foco de tensão política que pode respingar na campanha de Dilma  à Presidência.

Roseana esconde Sarney para tentar se reeleger – Para se reeleger governadora do Maranhão, Roseana omitiu na propaganda o sobrenome Sarney e o próprio pai. Motoqueiros ganharam gasolina para ir à carreata da candidata domingo.

Aécio exibe Serra em programa só após 1 mês – Um mês após o início do horário eleitoral, em 17 de agosto, o candidato à Presidência José Serra (PSDB) apareceu no programa do tucano Aécio Neves, que disputa o Senado em Minas.  Aécio relutava em exibir Serra.

Em evento, Dilma acusa Folha de parcialidade – Em evento no Rio, Dilma Rousseff, candidata do PT à Presidência, acusou a Folha de ser parcial e negou ter favorecido empresa gaúcha durante sua gestão na Secretaria de Energia do RS. “Todas as minhas contas foram aprovadas [no TCE]. Essa informação não está na matéria”, disse Dilma.

Poder da Casa Civil alimenta o fogo cruzado na campanha – Célula de poder no governo federal, a Casa Civil é alvo constante de denúncias, como aconteceu agora com a ex-ministra Erenice Guerra. Ontem, Dilma Rousseff rebateu acusações de José Serra de que irregularidades na pasta teriam começado em sua gestão.

Depois da prisão, a festa – O governador e candidato à reeleição Pedro Paulo Dias faz carreata junto com 50 mil pessoas em Macapá, depois de ter ficado 12 dias preso sob acusação de chefiar esquema de corrupção no Amapá; outro acusado, o ex-governador e candidato ao Senado Waldez Goes, também foi solto e participou de comício.

Nordeste: Confronto de idéias – Desde o início, debate inédito na TV Jornal/SBT com os presidenciáveis José Serra, Marina Silva e Plínio de Arruda Sampaio foi marcado pelo duelo de propostas, sobretudo para o Nordeste, tema prioritário do encontro.

Centrais sindicais e MST em ato contra imprensa – Após o presidente Lula acusar jornais e revistas de agir como partido politico, CUT e Força Sindical vão se juntar ao MST e à UNE para um ato contra a imprensa. O convite do evento, divulgado pelo PT, acusa a imprensa de “castrar o voto popular”, mas não faz menção à onda de denúncias de corrupção que atinge a Casa Civil.

Contra alta do real, governo usa Fundo Soberano – O Ministério da Fazenda anunciou que o Fundo Soberano do Brasil (FSB), criado para funcionar como uma poupança do governo, foi autorizado a comprar dólares. O objetivo é tentar conter a valorização do real, que tende a aumentar com a entrada de recursos externos para a capitalização da Petrobras.

Petrobras: Acaba amanhã o prazo para reservar ações – Serão distribuídos até 20% dos papéis para quem não é acionista. O investimento mínimo é de R$ 1 mil. O máximo, de R$ 300 mil.

Pente-fino nos Correios – Irritado com escândalo do tráfico de influência que derrubou Erenice Guerra da Casa Civil, Lula manda o ministro Paulo Bernardo, do Planejamento, comandar limpeza nos Correios, a mesma estatal que foi pivô do mensalão.

Dinheiro dos aposentados – O INSS deve pagar este ano os benefícios retroativos à não aplicação dos tetos da Previdência em 1998 e 2003.

Eles estudam, a Câmara banca – Até o fim do ano, 300 servidores do legislativo receberão licença para fazer cursos, muitos no exterior. Os salários são pagos normalmente.

Quatro meses depois: Planalto começa a liberar verbas contra o crack – Plano do governo Lula de combate à droga prevê a aplicação de R$ 140 milhões, parte da verba na criação de 6.120 leitos destinados ao tratamento de dependentes.

EUA decretam que recessão chegou ao fim – Pelo menos oficialmente, a recessão americana mais longa do pós-Guerra chegou ao fim em junho de 2009, após 18 meses, segundo a Agência Nacional de Pesquisa Econômica, instituto privado que calcula ciclos econômicos. Mas ainda há 14,9 milhões de desempregados.

Jornal pede trégua a máfias mexicanas – O jornal El Diario, o principal de Ciudad Juárez (México), pediu em editorial uma trégua aos grupos que disputam o controle do tráfico de drogas na região. O diário afirma que os criminosos são as “autoridades de facto” e lamenta o assassinato de jornalistas.

Demissões também  em Cuba  – O presidente de Cuba, Raúl Castro, demitiu a ministra Yadira García, de Indústrias Básicas, considerado um superministério, estratégico nas relações com a Venezuela. Castro alegou deficiências no organismo, sobretudo no controle de verbas.

Hackers vão roubar R$ 1 bi dos bancos até dezembro – A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que hackers desviaram R$ 450 milhões de correntistas de janeiro a julho e que o montante roubado deve chegar a R$ 1 bilhão até o fim deste ano.

Queimadas: O trágico recorde do fogo – Três das cinco maiores reservas do DF já foram atingidas pelos incêndios, com 17,6 mil hectares de cerrado destruídos. No pior desastre dos últimos três anos, o Parque Nacional queima há três dias. Nem mesmo 300 bombeiros, com apoio de um avião, conseguiram debelar as chamas ontem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *