Blog-Jornalismo_Notícias de Hoje

Deixe um comentário
Compartilhar

Ataques de Lula à imprensa provocam reação – Para OAB, o ataque de Lula à imprensa “é um desserviço à Constituição e ao Brasil”. ANJ e Abert também refutaram a fala do presidente. No sábado, ele afirmara que iria “derrotar” jornais e revistas, que se comportam como partido político.

Nordeste em debate: Encontro com candidatos a presidente – Candidatos a presidente participam, hoje à noite, no auditório do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, de um inédito e já histórico confronto tendo a região como foco. O debate é uma produção da TV Jornal e será transmitido ao vivo pelo JC Online e dez emissoras de televisão em oito Estados comandadas pelo SBT Nordeste.

Governador do Amapá é solto e retoma campanha  – Suspeitos de corrupção, o governador do Amapá, Pedro Paulo Dias, e o candidato ao Senado Waldez Goes saíram da cadeia e voltam à campanha. Os dois tinham apoio de Lula.

Planalto manda TV estatal filmar comícios de Dilma – A Presidência da República usa funcionários e equipamentos da NBR, TV oficial do governo, para filmar comícios da candidata Dilma Rousseff (PT) dos quais o presidente Lula participa. A lei veta uso eleitoral da máquina pública. Profissionais que não cumpriram a determinação foram retaliados pela cúpula da TV – um deles recebeu advertência por escrito.

MG: Anastasia e Hélio Costa em rumos opostos – Na reta final da campanha pelo Palácio da Liberdade, governador tucano vai acionar prefeitos e outras lideranças no interior para buscar os votos, enquanto candidato do PMDB aposta na presença do presidente Lula no estado.

Investigação de fraudes esbarra em governador – O governador do Tocantins, Carlos Gaguim (PMDB), é um dos citados em investigação do Ministério Público paulista sobre fraudes em licitações. Por ter foro especial, ele não é alvo oficial da apuração. Oito suspeitos estão presos.

Preços de alimentos aumentam – Devido a problemas climáticos e à demanda na China, produtos agropecuários subiram mais de 10% no atacado. Carne, açúcar e trigo já estão mais caros para o consumidor.

Número de mortos em estrada federal bate recorde – As rodovias federais registraram em 2009 o maior número de mortes em 12 anos. Foram 7.383 pessoas (média de 20 por dia). Em 2010, o índice continua alto: até junho, 4.068 pessoas morreram nas estradas. Os números do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes incluem todos os tipos de veículo e os atropelamentos.

Tragédia: Amargo legado das enchentes em Alagoas – O Correio Braziliense visita três cidades atingidas pelas fortes chuvas há três meses e constata que nada, ou quase nada, foi feito para resgatar a vida como era antes da destruição. A burocracia do governo estadual na liberação de recursos é citada como um dos empecilhos para a demora da reconstrução.

Israel voltará a construir na Cisjordânia – O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu vai permitir a construção de casas nos 218 assentamentos judeus na Cisjordânia. A moratória de dez meses acaba no dia 26.

Americanos são acusados de matar afegãos ‘por esporte’ – Cinco soldados norteamericanos foram acusados de matar três civis afegãos, além de desmembrar cadáveres na Província de Candahar, no Afeganistão. Segundo o “Washington Post”, os homicídios foram cometidos “por esporte, por soldados com apreço por haxixe e álcool”.

China suspende diálogo com Japão – Crise aberta pela colisão de barcos perto de ilhas disputadas pelos 2 países faz Pequim suspender contatos com Tóquio.

Formosa: Milícia sob comando de fazendeiros – Documentos sigilosos da PM de Goiás detalham como major do batalhão de Formosa negociava proteção aos donos de fazenda. Suposto grupo de extermínio é acusado de matar um pecuarista a mando de um inimigo. O militar está em plena campanha para deputado estadual.

Obras atrasam nas ferrovias do PAC – O governo Lula chega ao fim com atrasos de um a dois anos nos quatro principais projetos de ferrovias do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). Até o fim do ano, metade desse aumento de linhas deveria ser entregue e outra metade, licitada. Dessa ampliação, contudo, só o trecho norte da Norte-Sul (719 km) será realmente entregue, enquanto o governo tenta garantir mais 855 km do trecho Sul até dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *