Argentina, como o previsto

Deixe um comentário
Compartilhar

Foi um primeiro tempo sensacional, no qual o brasileiro Marcelinho Huertas brilhou e o Brasil venceu.

No segundo, Alex dava as cartas.

Mas, no fim, Scola (37 pontos) e cia foram melhores, mais frios e competentes.

E como este pobre blogueiro previa, a Argentina venceu, ao contrário dos prognósticos otimistas da maioria:93 a 89.

Um jogo dramático, brilhante no qual o Brasil jogou como nunca e perdeu como sempre.

Mas, sem dúvida, progrediu.

Fonte: Juca Kfouri

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *