2º Turno

Deixe um comentário
Compartilhar

PT vê disputa ‘problemática’ e busca votos no Sudeste

O presidente Lula, os ministros mais próximos e o comando da campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT) avaliaram que “a situação é problemática” para a candidatura petista. A recomendação unânime foi para que Dilma concentre a campanha nas regiões Sul e Sudeste, porque a disputa no Nordeste já estaria ganha. Os estados que serão alvo prioritário do esforço são Minas, São Paulo e Paraná.

Planalto vê erros na campanha de Dilma

O Planalto avalia que a campanha da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, está cometendo vários erros e pondo em risco uma vitória que, há duas semanas, era dada como certa. A diminuição da participação do presidente Lula no horário eleitoral gratuito e a “aceitação do tema religioso” são duas das críticas que a cúpula do governo faz à campanha. Há uma irritação crescente com o trabalho do marqueteiro João Santana.

Uso do Presidente na campanha

A campanha de Dilma voltará a recorrer à popularidade do presidente Lula, na TV e em eventos de rua, para tentar estancar a queda verificada nas pesquisas, o programa da petista vinha diminuindo a exposição de Lula, para não ofuscar a candidata. Em Minas, a desarticulação dos aliados do governo é vista com preocupação.

Lula se compara a Jesus

Em tom contrito, Lula assume papel de vítima: “Diziam que eu era comunista, porque tinha barba comprida. Mas Jesus também tinha. Tiradentes também tinha”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *