Alfred de Musset

Deixe um comentário
Compartilhar

Canção (1840)

 

Quando a vaidosa Esperança

 

Acotovela-nos partindo,

 

Depois, num vôo rápido se lança,

 

E se volta sorrindo;

 

 Aonde vai o homem? Aonde seu coração o encaminha.

 

A andorinha segue o zéfiro – vento do ocidente,

 

E é menos ligeira a andorinha

 

Que o homem seguindo seu desejo somente.

 

 Ah! Fugidia e cheia de ardil,

 

Sabes ao menos a tua direção?

 

É mesmo preciso que o Destino ancião

 

Tenha uma amante tão juvenil!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *