Arquivos de Tags: RJ

RIO: Paes alega defasagem e admite reajustar IPTU

Contrariando promessa de campanha, prefeito reeleito estuda alterações no imposto

Uma delas é rever a planta de valores: “Não é sanha arrecadatória. É questão de justiça fiscal, porque o sistema não está organizado”

Embora tenha afirmado durante a campanha que não mexeria no IPTU “de jeito nenhum”, o prefeito Eduardo Paes já estuda mudanças na cobrança do tributo. Segundo ele, um dos problemas é a defasagem dos valores do metro quadrado cobrado em cada rua. Paes analisa também o IPTU progressivo e disse que não é justa a manutenção do desconto para imóveis vizinhos a favelas pa­cificadas. Ao assinar as 78 promessas de campanha publicadas pel’ O Globo, o prefeito fez várias ressalvas. E anunciou mais uma vez que vai romper o contrato com a Embrapark, para acabar com os flanelinhas. (O Globo)

Número de mortos sobe para 113

O dado foi divulgado às 14 horas desta quarta-feira no Rio. Segundo o mesmo boletim, 56 pessoas continuam desaparecidas, 16 delas na cidade do Rio de Janeiro e outras 40 em Niterói.

Entre os mortos, 54 são de Niterói, 43 da capital fluminense e 12 de São Gonçalo. Magé, Nilópolis, Petrópolis e Paulo de Frontin registraram uma vítima cada.

Os bombeiros continuam trabalhando em sete pontos de deslizamento.

Fonte: Veja Online

Pior chuva dos últimos 40 anos

O Rio de Janeiro registrou volume de chuva recorde para um único dia – o maior em pelo menos 44 anos -, causando estragos, deslizamentos e 95 mortes em vários locais da região metropolitana desde a noite de segunda até a tarde desta terça-feira (6).

As Zonas Oeste e Norte foram as mais atingidas, especialmente as regiões perto do Centro da capital carioca – só na cidade do Rio, o número de mortes chega a 35.

Bairros ficaram ilhados e sem energia. Há ainda registros de grandes volumes de água em toda a cidade, segundo o Instituto de Geotécnica do Município do Rio de Janeiro (Georio). Em outros municípios da região metropolitana, como Duque de Caxias, também ocorreram estragos.

Fonte: Portal G1

Número de mortes por gripe suína chega a nove no país

Nove mortes por vírus da influenza A (H1N1) já foram confirmadas no país. Nesta quinta-feira (16), foram anunciadas cinco mortes – três no Rio Grande do Sul, uma no Rio de Janeiro e uma em São Paulo.

Duas mortes foram confirmadas no início da tarde em Passo Fundo (RS), pelo secretário de Saúde do município, Alberi Grando, divulgadas pelo Hospital da Cidade. As duas mortes ocorreram na semana passada, mas apenas hoje o hospital recebeu a confirmação dos exames do laboratório Oswaldo Cruz, do Rio de Janeiro. As vítimas são dois homens que viajaram à Argentina.

Mais uma morte ocorrida na cidade é investigada. Outro óbito em Santa Maria também é suspeito de ter como causa a gripe suína. Nesta manhã, a Secretaria Municipal da Saúde de Uruguaiana (RS) confirmou a terceira morte por gripe suína no Estado. A vítima é o caminhoneiro Dirlei Pereira, 35, que esteve na Argentina e ingressou na cidade de Porto Xavier (RS) no dia 29 de junho. Como já apresentava sintomas de gripe, foi retido pelo órgão de vigilância sanitária. Até o momento, são cinco os óbitos pela doença no Rio Grande do Sul.

PRIMEIRA MORTE DA GRIPE NO RIO DE JANEIRO

Também foi confirmada a primeira morte no Rio de Janeiro. A vítima é uma mulher de 37 anos, que morreu no dia 14 de julho, mas cujo resultado apontando a doença foi divulgado hoje. A mulher foi internada em um hospital privado por sete dias e apresentou sintomas no dia 2 (febre, mialgia, tosse, dor de garganta e cefaleia).

Ela procurou o hospital no dia 7. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil investigam os contatos da paciente.

A outra morte ocorreu em Osasco, na Grande São Paulo, que já havia registrado a morte de uma menina de 11 anos. A Secretaria de Saúde do município confirmou a morte de um rapaz de 21 anos, mas só deve divulgar mais informações após as 17h.

Até o momento, são 1.175 casos da doença confirmados em todo o país. Já haviam sido confirmadas duas mortes em São Paulo e duas no Rio Grande do Sul.

O Ministério da Saúde acompanha 3.926 casos suspeitos no país. As amostras com secreções respiratórias dos pacientes estão em análise laboratorial. Outros 1.837 casos foram descartados.

Segundo a última atualização da Organização Mundial de Saúde (OMS), há 119.344 casos da nova gripe em 122 países. O número de óbitos é de 591, com uma taxa de letalidade de 0,50%.

Fonte: UOL Notícias/Flávio Ilha/POA