DELETAR

[ 14 ] Comments
Compartilhar

MIRANDA SÁ (E-mail: mirandasa@uol.com.br 

“Uma palavra nova é como uma semente fresca que se joga no terreno da discussão” (Ludwig Wittgenstein)

Dicionarizado, o verbete “verbo” é um substantivo masculino com sinonímia de “expressão” “discurso” “palavra” e “vocábulo”. Na semântica, é uma classe de palavras que representa ação, processo ou estado, e na sintaxe constitui a disposição do predicado nas sentenças.

Trocando em miúdos, o verbo registra os acontecimentos representados no tempo, como ação, estado, processo ou fenômeno. E é por isso que as frases e os períodos se desenvolvem em torno de um verbo, que se flexionam em número, pessoa, modo, tempo, aspecto e voz.

A linguagem falada e consequentemente a escrita vive em constante movimento, com uma terminologia que nasce, vive, engatinha, cresce, adoece (às vezes vai para a UTI) envelhece e morre. Foi assim que nasceu um novo verbo que ainda não chegou à pré-adolescência, “Deletar”.

Quase com as mesmas letras tem um parente, “Delatar”, já muito velho e usado através de gerações. Deletar é filho da Internet significando apagar, eliminar, suprimir em parte ou no todo de um texto, seja arquivo, desenho ou informação.

Agentes da chamada “nova mídia”, ativa nas redes sociais, usam a teclinha “Del” até em demasia e na simbologia do Twitter o delete está presente.

Antigamente não se empregava o deletar, mas era comum suprimir fatos, excluir ideias, desaparecer com fotos, exilar e até matar pessoas. Na descrição de um estado totalitário temos no livro “1984” de George Orwell, a bíblia da Democracia.

Ali está instituído um Ministério da Verdade, criado exclusivamente para distorcer os acontecimentos históricos, passados e presentes ao bel prazer dos dirigentes do partido único ocupante do poder, que é o sonho dos aprendizes de ditador dos nossos tempos.

A caricatura brasileira do centralismo fascista, o Partido dos Trabalhadores, tem como princípio a aplicação da mentira para ludibriar os incautos. Distorce a visão das utopias inerentes à formação da juventude, divide a sociedade em castas, confunde os gêneros e a opção sexual, elege parceiros e inimigos ao sabor dos interesses da hierarquia partidária.

Acaba de ser teclado o deletar das acusações de que o impeachment de Dilma foi um golpe, da palavra-de-ordem “Fora Temer” e o esquecimento dos xingamentos ao PMDB, partido que como aliado, indicou o candidato a vice-presidente da República na chapa lulopetista.

A falta de coerência é lucrativa eleitoralmente. Lula na excursão que fez no Nordeste se abraçou com Renan Calheiros e o filho deste, o governador das Alagoas; ambos têm interesse nesta parceria. Renan terá os votos do PT para o Senado e Lula os votos dos peemedebistas alagoanos…

Agora é oficial. O hierarca Luiz Marinho, alta autoridade petista, suspendeu a proibição das alianças estaduais com os partidos “golpistas”. É claro que com a sem vergonhice comum aos petistas, Dilma apoiará isto na maior cara de pau e o fanatismo dos cultuadores da personalidade de Lula fará o resto.

Me parece que no processo de faxina iniciada pela Lava Jato, com a primorosa atuação da PF, do MPF e de juízes federais, tem feito a cabeça de muita gente por que o repúdio aos corruptos já atinge mais de 90% dos brasileiros.

É por isso que o emprego do verbo deletar do lulopetismo na História Política recente não pega bem. Este vilipêndio torna-se repugnante para quem tem espírito patriótico, e indigno até mesmo para as pessoas com discernimento ainda ligadas ao PT e puxadinhos.

 

14 respostas para DELETAR

  1. Irene Mattos Felix disse:

    Miranda, fizeram mal os cálculos, Sozinho o PT não se elege para nada Rindo dos que gritaram é “gólpi”
    Eu confio nos eleitores , estão mais atentos às artimanhas dos políticos
    Abraços

  2. António Carlos do Rosário disse:

    Ali está instituído um Ministério da Verdade, criado exclusivamente para distorcer os acontecimentos históricos, passados e presentes ao bel prazer dos dirigentes do partido único ocupante do poder, que é o sonho dos aprendizes de ditador dos nossos tempos.
    A caricatura brasileira do centralismo fascista, o Partido dos Trabalhadores, tem como princípio a aplicação da mentira para ludibriar os incautos. Distorce a visão das utopias inerentes à formação da juventude, divide a sociedade em castas, confunde os gêneros e a opção sexual, elege parceiros e inimigos ao sabor dos interesses da hierarquia partidária.
    Acaba de ser teclado o deletar das acusações de que o impeachment de Dilma foi um golpe, da palavra-de-ordem “Fora Temer” e o esquecimento dos xingamentos ao PMDB, partido que como aliado, indicou o candidato a vice-presidente da República na chapa lulo-petista.
    A falta de coerência é lucrativa eleitoralmente. Lula na excursão que fez no Nordeste se abraçou com Renan Calheiros e o filho deste, o governador das Alagoas; ambos têm interesse nesta parceria. Renan terá os votos do PT para o Senado e Lula os votos dos peemedebistas alagoanos… (Miranda Sá)

  3. Ajuricaba disse:

    Mais uma aula, meu mestre.
    A corja vermelha já não tem aqueles cantados 30% que faziam tremer terra. É só ladeira abaixo

  4. Parabéns Mestre Miranda por mais uma vez desenvolver um excelente texto.
    De acordo com algumas colocações acima , tbm acredito que o Eleitor brasileiro está mais conscientizado e, penso que não haverá decepções nas Urnas nas próximas Eleições de 20188

  5. Mary de Paula disse:

    Parafraseando o que você disse em um twitter, gostaria de conhecer as pessoas que participaram de pesquisa feita pelo Ibope, que dá como certa a vitória de Lula. É preciso “deletar” o PT do Brasil.

  6. WELTON REIS DOS SANTOS disse:

    Não mate o inimigo e sim delete para que o exemplo vivo possa servir aos jovens com tendência totalitária e de mau caratismo. Não apague a memória do narcolulopetismo e sim delete para que não ressurja em tempos difíceis e façam a cabeça de jovens ávidos por justiça. Valeu Miranda! Deleterium est PT!

  7. Neide Soares de Freitas disse:

    Miranda, lendo sua análise desse jogo sujo que esses partidos PT e PMDB tramam causa um nojo tão grande que chega a dar enjôo! Peço a Deus que nos livre desses usurpadores dos cofres públicos e perpetradores do poder . Tenho esperança que os eleitores dêem o troco merecido nesses dirigentes caras de pau desses governantes pq os brasileiros são um povo trabalhador, batalhador , hospitaleiros e não merecem sofrer mais com o desemprego como estão sofrendo . Essa usurpação tem que acabar e sabe quem vai acabar omarli a farra do boi FFAA JÁ! !!

  8. Neide Soares de Freitas disse:

    Sei que Vc é contra as FFAA, mas pensa , quem pode dar um basta nesses usurpadores e gastos exorbitantes dos parlamentares? É um abuso atrás do outro! Olhe esses fdp do Collor , com gastos exorbitantes e tem outros também além dele . Gostaria de esses usurpadores derrubados como Sadan Hussein, sair de seus pedestais com o rabinho entre as pernas ! Até esperar a coragem de generais como antigamente .

  9. Raphael Alacoque disse:

    Está realmente muito difícil acreditar na política, pois a democracia foi corrompida pelos seus atores principais. A casta privilegiada corrupta que inclui magistrados, procuradores, ministros, políticos, empresários, fiscais e vários outros servidores públicos com direito à diversas benesses injustas e imorais, não é a favor de mudanças, pois correriam o risco de perder seus benefícios, inclusive aqueles que afrontam a CF. Vivemos em um país em guerra, no qual saímos sem saber se voltaremos pra casa, pois não há segurança. Enquanto isso, bandidos condenados têm direito a circular pelo país e até para o exterior em carros oficiais blindados e protegidos por seguranças armados (Inclusive os que são a favor do desarmamento) tudo bancado com dinheiro do contribuinte. Até quando vamos tolerar tamanha desfaçatez?

  10. Beatriz arantes coelho disse:

    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻
    Qualquer apoio ao PT, não diz respeito à convicção política ou ideologia. É sim, apologia ao CRIME

  11. Acredito que o PT já foi extinto e a única coisa que ainda falta acontecer é ser cremado, mas não vai demorar muito 2018, está bem próximo.

  12. LiLiz disse:

    Alianças malditas e políticos canalhas!!! Estamos “mal na fita”! Mas, nada que o povo ativo não possa tentar mudar ano que vem, e nada como alguém do porte “Miranda Sá” para dizer polidamente “enterre-se logo o cadáver do petê”. (Sem querer colocar palavras não ditas)
    Texto de mestre.

  13. Sylvio Lincoln de Almeida Jr. disse:

    Mestre Miranda… brilhante, como sempre!!

  14. Clayton Vargas disse:

    Sua análise realmente contempla o todo. Essa aliança, suja e ideológica, nada mais é que um reflexo da nossa sociedade. Se estes imundos se unem, mais uma vez, é porque têm a certeza que a imundície estará ao lado deles. Os porcos nunca se voltam contra aqueles que os alimentam! Nossa 🇧🇷 jamais será 🇨🇳!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *