ARTE

[ 19 ] Comments
Compartilhar

MIRANDA SÁ (E-mail: mirandasa@uol.com.br)

“A lei suprema da arte é a representação do belo” (Leonardo da Vinci)

Segundo a Arqueologia, as primeiras manifestações de arte surgiram quando os neendertais tornaram inteligíveis seus grunhidos e desenharam cenas cotidianas nas paredes da cavernas-abrigo, entre 130 mil e 30 mil anos atrás.

Com a evolução humana chegando à Idade Antiga, a arte – como exposição da vida, da natureza e do belo – também evoluiu. O Homo sapiens construiu grandes impérios que produziram obras artísticas radiantes, como a Grande Pirâmide erguida no Egito, como túmulo do faraó Quéops, em torno de 2 560 a.C.

Como o antigo Egito, China, Fenícia, Índia, Mesopotâmia, Núbia, Pérsia e Camboja, mais antigas, a Grécia, Japão, Roma e os impérios pré-hispânicos das Américas, Asteca, Inca, Maia e Tolteca, viveram o esplendor da arte.

Nos finais do século 19 na Alemanha, em Vettersfelde, cavava-se um poço quando encontraram um peixe de ouro com cerca de 40 cm de comprimento, uma bela peça de ourivesaria atribuída à civilização cita e datada de 500 anos antes de Cristo.

As revelações arquitetônicas são impressionantes em Angkor, Babilônia, Harappa e Persépolis. O Parthenon e o Coliseu são admirados até os dias de hoje.

Povos de artistas, os japoneses brilham com as gravuras em madeira e iluminuras, e os chineses com estátuas de terracota e pictogramas em bronze e porcelana. São impressionantes as máscaras de ouro dos maias e as joias filigranadas dos incas.

A escultura da antiga Grécia é notável. O Museu do Louvre exibe sua estatuária magnífica, notadamente a Vênus de Milo, com suposta autoria atribuída ao escultor Fídias, que teve como modelo a linda Frinéa…  Ainda como herança grega, temos a Afrodite de Anadiomene, pintada por Apelos.

Da chamada Antiguidade Clássica a História rodou para nos surpreender com o que a Renascença nos ofereceu: uma explosão de arte que estava restrita aos modelos religiosos da Idade Média.

Não será fastigioso citar alguns monstros sagrados da arte renascentista, como os italianos Boticcelli, Donatello, Fra Angelico, Michelangelo, Rafael, Tintoretto, Veronese e o espetacular Leonardo da Vinci. Da Alemanha, Grünewld; da Espanha, El Greco; da França, Dubreuil e da Holanda, Bruegel.

Mais adiante, com o modernismo, tivemos os seguidores do cubismo, do impressionismo‎ e do pós-impressionismo, que não temos espaço para enumerar, por que temos de falar sobre a arte no Brasil.

Na nossa terra, vamos do Aleijadinho a Pedro Américo e Portinari, orgulhando-nos Aldemir Martins, Antônio Bandeira, Bernardelli e Di Cavalcanti nas artes plásticas, sem esquecer as maravilhas no campo da fotografia.

Na Música vamos de Carlos Gomes a Chiquinha Gonzaga e o admirável Villa Lobos e o maravilhoso canto orfeônico, e a beleza dos grandes compositores da música popular que venero, Donga, Sinhô, Pixinguinha e Ataulfo Alves pairando sobre Noel Rosa, Ari Barroso, Braguinha, Lamartine Babo, Adoniram Barbosa, Lupicínio Rodrigues e Capiba, Luiz Gonzaga, Herivelto Martins, Wilson Batista, Geraldo Pereira e Heitor dos Prazeres, doublé de pintor…

No Teatro, sem falar dos dramaturgos, passamos de Martins Pena até Paschoal Carlos Magno, o Teatro do Estudante, o TBC e o Teatro de Arena. Ressaltamos Procópio Ferreira, Jaime Costa, Dulcina de Moraes, Odilon Azevedo, Eva Tudor e a diva Bibi Ferreira. E não podemos esquecer a dramaturgia brasileira também no cinema e na televisão brilhando com diretores premiados, grandes autores de novelas e atores e humoristas de grande valor.

Depois desta viagem nas planícies da arte, uma tristeza. Há pessoas que querem comparar (e trocar) a magnífica arte descrita por desenhos pornográficos malfeitos do Queermuseu e o toque em corpos nus de adultos por crianças na baboseira pedófila do MAM.

Este pessoal, defensor do lixo obsceno do Queermuseu e da licenciosidade do MAM, está engajado num movimento caótico como se fora “revolucionário”, reproduzindo coordenadamente a política maléfica do narcopopulismo lulopetista.

Protagonistas da mídia, que noticiam e justificam a desqualificação da arte precisam tomar conhecimento da ação do Louvre contra coisas semelhantes, e aprender com Otto Lara Resende que a “Política é a arte de enfiar a mão na merda. Os delicados pedem desculpas. Têm dor de cabeça e se retiram”.

19 respostas para ARTE

  1. WELTON REIS DOS SANTOS disse:

    Mestre Miranda Sá, seu eu tivesse autoridade para classificar esse artigo faria dele uma arte, sim a arte de escrever. Aqueles que defendem esse atentado aos princípios da família o fazem porque são unidades da manada que tem como ponteiros o que há de mais nojento no Brasil: o socialismo narcolulobolivariano e corrupto.

  2. Acredito que MAM talvez tenha esquecido que nas “CRIANÇAS” reside a esperança do mundo.

  3. Mary de Paula disse:

    Se prestarmos atenção aos fatos, veremos que os defensores dessas bizarrices são os frustados da Lei Renault. A “horta deles anda meio seca” nos últimos tempos.
    Parabéns, Miranda!

  4. Ajuricaba disse:

    Fico imaginando pinturas rupestres feitas pelos artistas de hoje e descobertas daqui a 1000 anos. Sangue de menstruação e merda pelas paredes

  5. Rodrigo Cortes disse:

    Diante de tanta estupidez reverenciada como arte, com aval de banqueiros criminosos da Alt-Left e patrocinadores dos psedo-artistas como Antonio Obá, Adriana Varejão, Bia Leite, Mauricio Ianês, Wagner Schwartz nas cidades de POA BH RIO Sam Paolo ( estatisticamente consideradas as mais conservadoras do Brasil) onde mostram suas “artes” e fazem o referencial da estética da “perturbação”, do “choque”, do ataque a determinados valores e tradições, me sinto um neendertais que torna inteligíveis os grunhidos e manifestações no Tweet e redes sociais contrários a toda essa babaquice intitulada “Arte” contemporânea de difícil entendimento ao público atrasado para as “novidades” e as “últimas palavras ” de arte no mundo.
    Agradeço o valioso espaço das paredes desse Blog que permite serem traçadas linhas e rasuras primitivas do meu pensar

    • Bom Dia Mestre Miranda Sa !
      Pode-Se dizer que o artigo “Arte” descrito por Miranda Sa, foi mais que uma Autêntica aula baseada em profunda pesquisa sobre o tema .
      Uma verdadeira obra literária. Quanto ao atos de desvirtuaçao envolvendo a Arte no Brasil, é lamentável…
      Parabéns Mestre.
      Rogerio Marcelino – @Rogermar32 do Twitter

  6. Sandra Cordeiro disse:

    Excelente artigo. Mas me deixou curioso. Qual o nome do movimento católico que estão envolvidos os artistas?

  7. “A escultura da antiga Grécia é notável. O Museu do Louvre exibe sua estatuária magnífica, notadamente a Vênus de Milo, com suposta autoria atribuída ao escultor Fídias, que teve como modelo a linda Frinéa… Ainda como herança grega, temos a Afrodite de Anadiomene, pintada por Apelos.
    Da chamada Antiguidade Clássica a História rodou para nos surpreender com o que a Renascença nos ofereceu: uma explosão de arte que estava restrita aos modelos religiosos da Idade Média.
    Não será fastigioso citar alguns monstros sagrados da arte renascentista, como os italianos Boticcelli, Donatello, Fra Angelico, Michelangelo, Rafael, Tintoretto, Veronese e o espetacular Leonardo da Vinci. Da Alemanha, Grünewld; da Espanha, El Greco; da França, Dubreuil e da Holanda, Bruegel.” Miranda Sá

  8. André Ayell disse:

    Você e suas sábia e sóbrias colocações. Nota 1000!

  9. Junior Gurgel disse:

    Excelente aula para os analfabetos artistas que nada interpretam além da sua própria mediocridade. Parabéns Miranda.

  10. Neide Freitas disse:

    Miranda , graças a Deus temos pessoas como Vc defendendo a moral e os bons costumes esquecidos pelas escolave muitos pais que não repassam mais esses valores . Infelizmente existem esses seres repugnantes que tentam tirar a inocência das crianças.É muito triste ver que mães apoiam essa aberração envolvendo crianças.

  11. Vera Lucia disse:

    No dia do professor uma aula de ARTE genuína. Parabéns, professor! O lulopetismo emburreceu ainda mais o Brasil. Resistência a eles.

  12. Alvaro Santos disse:

    Caríssimo, a sinopse da história mundial e brasileira no quesito ARTES está deveras deslumbrante. Mas se esqueceste que nos vendem a ilusão que a arte evoluiu; como não temos base curricular que aborde este e outros temas com essa desenvoltura, nossos filhos não fazem e nem querem fazer ideia da arte de nossos antepassados.

    Nossos jovens estão sendo doutrinados a entenderem o grafite(vandalismo )de rabiscos, Funk(musica?), o teatro onde se enfiam os dedos(arte?), crianças e o pinguelo de fora entre outras manifestações como artes.

    Voltemos em 1922 e comparemos a Semana de Arte Moderna onde se registra a passagem da Vanguarda para o Modernismo, com estas pseudos revoluções doutrinárias a que estamos sendo submetidos por uma conspiração global…

  13. Eli dos Reis disse:

    Um comentário de extrema clareza e recheado de informação tão necessária ao pessoal que participa destes eventos sem nexo, criados pelos esquerdopatas.
    Mas se fosse colocado à disposição deles, bem à mão, eles, com certeza, recusariam.
    É assim, muitos se interessam por tudo que foi listado no texto, obra dos humanos, outros por sua vez preferem revolver os dejetos, os restos defecados, imaginando ser arte.

  14. Perfeito Miranda, enquanto as Obras por ti citadas são a revelação do Sublime, a “arte” da turma do 342artes não passa da revelação do escroto.

  15. Carol disse:

    Estamos cercados de convites para um plano cada vez mais instintivo, banal, baixo de vibração e de sonhos.
    Em vez do altruísmo, o egoísmo. Em vez do Todo, o coletivo, vem o ‘meu pirão primeiro’.
    Elevação?
    Não. Isso é coisa de burguês.
    Ainda bem temos os Mirandas na contracorrente.

  16. Margot Cardoso disse:

    E enquanto isso, os engajados nesse movimento caótico, espalham entre os incautos que nosso repúdio a essa desqualificação da arte (e não só) somos os novos censores do país.

  17. Como sempre artigo excelente , educativo e instrutivo !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *