Morre aos 82 anos o ex-presidente da Argentina Raúl Alfonsín

Deixe um comentário
Compartilhar

Morreu nesta terça-feira (31) em Buenos Aires, o ex-presidente da Argentina Raúl Alfonsín. Ele faleceu aos 82 anos, vítima de uma pneumonia agravada por um câncer de pulmão que o afligia desde 2007, informou seu médico, Alejandro Sandler.

 

Alfonsín governou a Argentina entre 1983 e 1989. Ele conduziu o processo de redemocratização após sete anos de ditadura militar e foi o primeiro presidente democraticamente eleito

 

Alfonsín governou a Argentina entre 1983 e 1989. Ele deixou o governo seis meses antes do fim de seu mandato, em meio a uma grande crise econômica e um cenário de hiperinflação. Alfonsín foi sucedido por Carlos Menem.

 

O ex-presidente foi o primeiro eleito democraticamente após o fim da ditadura militar que durou de 1976 a 1983, na qual milhares de dissidentes foram mortos ou “desapareceram”. O número total de mortos e desaparecidos chegou a 30 mil, segundo entidades humanitárias.

 

Nos últimos dias de vida, o estado de saúde do ex-presidente se agravara muito. A última aparição pública dele havia sido em outubro passado, quando foi à inauguração de um busto com sua imagem no salão que lembra os ex-presidentes na sede do governo, homenagem liderada pela chefe de Estado, Cristina Fernández.

 

Fonte: Uol Notícias/Efe, BBC, AP e AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *