Arquivo do mês: fevereiro 2010

Poesia

Soneto

 

Quando fico a pensar poder deixar de ser

antes que a minha pena haja tudo traçado,

antes que em algum livro ainda possa colher

dos grãos que semeei o fruto sazonado;

 

quando vejo na noite os astros a brilhar

– vasto e obscuro Universo, impenetrável mundo! –

quando penso que nunca hei de poder traçar

sua imagem com arte e em sentido profundo;

 

quando sinto a fugaz beleza de alguma hora

que não verei jamais – como doce miragem –

turva-se a minha mente, e a alma em silêncio chora

 

um impulsivo amor. E a sós, me sinto à margem

do imenso mundo, e anseio imergir a alma em nada

até que a glória e o amor me dêem a hora sonhada!

 

John Keats

 

Poeta inglês (1795-1821), nascido em Londres. Considerado um dos maiores nomes do romantismo na Inglaterra, sua obra divide-se entre as frequentes referências à morte e um intenso sentimento de prazer com a vida. Influenciado pelos poetas gregos do período helênico, como Homero, bem como pelos poetas elizabetanos e ingleses do século XVI, persegue a perfeição estética. Sua poesia é marcada pelo sentimentalismo romântico, por imagens vibrantes, de grande apelo sensual, e pela expressão de aspectos da Filosofia clássica.

Fica órfão ainda criança e passa a ser criado em Edmonton por um tutor, que o transforma em aprendiz de cirurgião. Volta em 1814 para Londres, onde trabalha como assistente de cirurgia em dois hospitais. A partir de 1817, decide abandonar a Medicina e dedicar-se inteiramente à poesia. No mesmo ano publica seu primeiro livro, Poems , marcado por concepções ultra-românticas, mas não obtém sucesso. Em 1818, lança Endymion e inicia a produção de seu maior poema, Hyperion, que não chega a concluir devido aos primeiros sinais da tuberculose. Não obtém reconhecimento em vida, sendo cultuado apenas após sua morte, aos 26 anos.

Saiba mais aqui

CHILE

Número de mortos sobe para 708, diz Bachelet

O número de mortos no terremoto que devastou partes do Chile chegou a 708 e deve aumentar, de acordo com a presidente Michelle Bachelet. “A catástrofe é enorme. O último número que tenho é de 708 mortos”, afirmou Bachelet em entrevista neste domingo.

A presidente chilena afirmou que 541 morreram apenas na região de Maule, 64 na região Bío-Bío e um total de 103 mortos em outras áreas. No entanto, de acordo com Bachelet, o número de pessoas desaparecidas está aumentando. Além do número de mortos, a presidente também anunciou outras medidas de emergência para o país depois do terremoto de magnitude 8,8 ocorrido no sábado.

Morre aos 95 o bibliófilo José Mindlin

Morreu na manhã deste domingo, em São Paulo, o bibliófilo José Mindlin. Ele tinha 95 anos e estava internado há cerca de um mês no hospital Albert Einstein.

O bibliófilo José Mindlin

O corpo do bibliófilo está sendo velado no hospital e o enterro está marcado para as 15h no Cemitério Israelita.

Em 2006, Mindlin entrou para a Academia Brasileira de Letras, onde ocupou a cadeira número 29, antes pertencente ao historiador e escritor Josué Montello.

Advogado, jornalista e empresário, Mindlin foi dono de uma das mais importantes bibliotecas privadas do país, que começou a formar aos 13 anos e, no ano passado, doou cerca de 45 mil volumes, entre coleções e folhetos, para a Brasiliana USP, no campus da universidade, em São Paulo.

Fonte: Folha Online

Blog-Jornalismo_A Semana

TSE não julga contas de partidos – Pelo menos 90 processos de prestação de contas de 26 partidos estão em aberto do Tribunal Superior Eleitoral a espera de julgamento. Somam R$ 532 milhões em verbas públicas repassadas pelo fundo partidário. Há contas não julgadas desde o ano 2000.

Brasileiro paga até R$ 5 mil a mais de IR

Com a tabela do IR defasada em 63% em relação à inflação acumulada nos últimos 15 anos, os contribuintes pagam até R$ 5.061 a mais do que deveriam por ano. Segundo estudo, esse é o efeito para quem recebeu salário mensal acima de R$ 5.860 em 2009.

Energia no Brasil tem tarifa de países ricos – A tarifa de energia paga no Brasil, quando comparada à de sete países industrializados, só é inferior à da Alemanha. Estudo de associação de grandes consumidores de energia indica que a tarifa residencial média no Brasil em 2007 era de US$ 184 por megawatt-hora, contra US$ 48 na Noruega.

O maior lobista do país – José Dirceu, o “consultor” mais quente da República, aparece no meio de uma bilionária operação que pretende botar em pé uma empresa estatal de internet e, claro, fazer a fortuna de alguns bons companheiros.

A cassação que foi sem nunca ter sido – Ao ordenar o cancelamento do mandato do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, um juiz de primeira instância contraria o TSE e põe em risco a segurança jurídica.

A lição do mérito – As primeiras experiências brasileiras de premiar os melhores professores em sala de aula começam a dar resultado – e sinalizam um bom caminho para tirar nossos alunos das últimas colocações nos rankings mundiais.

O FMI se reinventa – Inflação mais alta e controle de capitais entram na receita da instituição para se adaptar aos novos tempos da economia.

Para a sardinha nunca faltar – A sardinha continua a ser o produto mais consumido no Brasil: 160 mil toneladas todos os anos. Mas o governo federal está preocupado em vigiar melhor os dois períodos em que a pesca é proibida: de novembro a fevereiro, por causa da reprodução, e de junho a julho, para que o peixe alcance o tamanho ideal para captura.

O rei da TV no Brasil – João Appolinário fatura R$ 1 bilhão com a Polishop, a empresa de varejo que ocupa 114 horas por dia em diversos canais, fez o sucesso de itens como o grill George Foreman e inaugurou um novo mercado no País

Descubra a classe D a letra do dinheiro – Com R$ 381,2 bilhões para gastar em 2010, as famílias com renda mensal de até R$ 1,5 mil se tornaram o objeto do desejo de empresas de vários segmentos. Saiba como conquistar esse novo consumidor.

Esquina da fraude? – As casas lotéricas viraram miniagências bancárias. Mas o caso do bilhete premiado – e não registrado – revela as falhas de segurança numa indústria bilionária.

Uma sombra na campanha – A reaparição de José Dirceu, como dublê de político e consultor de empresas, expõe o lado nebuloso do discurso a favor do “Estado forte” de Dilma Rousseff.

Especulação

Bancos já antecipam linhas de crédito para 13º e IR

O ano mal começou e alguns bancos já estão oferecendo aos clientes a antecipação da primeira parcela do 13º salário, bem como da restituição do Imposto de Renda. Entre os atrativos dese tipo de operação de crédito direto estão as taxas de juros menores que as cobradas nos empréstimos pessoais (de 2,25% a 2,9% ao mês) e o vencimento distante. Porém, salvo uma necessidade de emergência, instituições de defesa do consumidor alertam para algumas armadilhas do caminho e recomendam planejamento para evitar o endividamento.

Revelações – 2

Aeronáutica entrega arquivo secreto dado como destruído

A Aeronáutica entregou, no início do mês, arquivos secretos que produziu durante a ditadura militar. A própria força aérea tinha informado antes que esses documentos haviam sido destruídos. Após quatro anos de pressão do governo, a Aeronáutica ainda resistiu a transferir os documentos para o Arquivo Nacional e não aceitou que a entrega fosse feita por civis. Oficiais de alta patente comandaram a transferência, sob a proteção de soldados. Em fase de catalogação, o acervo não está disponível para consulta, mas o Estadão teve acesso a ele. O lote é formado por 189 caixas, com cercas de 50 mil documentos. Há indícios de que papéis importantes tenham ter sido retirados antes da entrega.

Eleição presidencial

Dilma cresce e já encosta em Serra

Pesquisa Datafolha feita em 24 e 25 de fevereiro revela que a pré-candidata à Presidência pelo PT, Dilma Rousseff, atingiu 28% das intenções de voto e reduziu de 14 para 4 pontos percentuais a distância que a separava do principal rival, José Serra (PSDB), que tem 32%.

O crescimento da ministra da Casa Civil, porém, é verificado em todos os cenários do levantamento, que revela ainda estagnação nos índices de Ciro Gomes (PSB) e Marina Silva (PV). Os números devem aumentar especulações sobre a desistência de Serra.  A margem de erro da pesquisa é de dois pontos, para mais ou para menos.

Revelações

O relatório final do mensalão

A revista IstoÉ teve acesso às 69 mil páginas do processo do STF que trazem revelações contidas nas 69 mil páginas do processo do STF, com os depoimentos dos principais personagens e as novas histórias por trás do maior esquema de corrupção da República.

Revela-se que como o coordenador da campanha de Dilma, o ex-prefeito mineiro Fernando Pimentel, operou o caixa 2 para pagamentos no Exterior, e o uso de uma mala com R$ 1 milhão dada pelo PT para pagar o Fórum Social Mundial

Tragédia chilena

Tremor de 8,8 graus atinge o Chile

O sismo que atingiu o Chile na madrugada de ontem destruiu edifícios e estradas e interrompeu comunicações e fornecimento de energia na costa central. No início da tarde, já eram contabilizados mais de cem mortos. Não havia estimativa de feridos. A presidente Michele Bachelet declarou estado de catástrofe.

Foi o quinto maior tremor já registrado no mundo. O mais forte, de 9,5 graus na escala Richter, também atingiu o Chile, em 1960. O tremor também foi sentido no Brasil e na Argentina. Após o sismo, abalos secundários de até 6,9 graus na escala Richter – o que atingiu o Haiti, em janeiro, chegou a 7 – provocaram alertas de tsunami na costa do oceano Pacífico

Revistas semanais

VEJA

Capa – A Nova Ciência da Pele * Entrevista: Bolívar Lamounier, “A classe C quer muito mais” * A candidata conquista o ninho * Vida longa à Nova República * Faroeste caboclo * O maior lobista do país * A cassação que foi sem nunca ter sido * As Farc paraguaias * Os muito maus companheiros * O dogma derrete antes das geleiras * Entrevista: Aldemir Bendine, “O lucro não é vergonha

ÉPOCA

Capa – Chico Xavier: A alma do Brasil * De onde vem o fascínio mórbido com as estatais? * A construção da candidata Dilma * “Você acha que sou um poste?”  * Um aliado que perde força * A horripilante volta da Telebrás * Os problemas do amigo de Dilma  * O fantasma da intervenção no DF * Entrevista: Adrián Ventura, “A imprensa é alvo dos Kirchners” *  Uma sombra na campanha eleitoral

ISTOÉ

Capa – O roteiro final do mensalão: parte 1, parte 2, parte 3 * Especial: Quem é a estrela do PT? * O jogo de faz de conta* Direita, volver * Alegorias eleitorais * Por uma justiça mais ágil * Bolão murcho * Entrevista: Nélida Piñon, “Brasília é um celeiro de mediocridades” * O caso do DEM * Ciro Gomes : “Não sou puxa-saco do Lula” * O que P.O. não conseguiu comprar * A quadrilha do combustível adulterado * Preso político morre de fome em Cuba. Raúl Castro joga a culpa nos EUA

ISTOÉ Dinheiro

Capa – O Rei da TV no Brasil * Reportagem: O voo mais alto do etanol * Um tour empresarial pela Castrolândia * Entrevista: Amir Slama, “Burro é quem não compra produto chinês” Embarque na onda da Petrobras * Poder sindical * A face oculta da banda larga * Esquina da fraude * Descubra a classe D a letra do dinheiro * Reportagem: Condomínio ecológico * Entrevista: Roberto Smith, “Ainda falta integrar o Nordeste ao Brasil” * “Carrefour não está à venda” * Energia sem barreiras * O duelo com os EUA

Carta Capital

Capa – Que estatização é essa? * Privatizações à moda tucana  * O PT, Dilma e o pós-Lula  * A Bolívia abre os arquivos * As metas de Wilson Lima * Battisti fica ou parte?  * E assim caminha o valerioduto  * Os dogmáticos e a realidade  * Lula, Cuba e o dissidente *  O aquecimento global é fato * Pandora não terminou * Uma voz contra a impunidade * Remédios por juros * Chávez contra Chávez * Cultura: Do museu para o computador 

EXAME

Capa – Reportagem: Estilo brasileiro na maior cervejaria do mundo * Gestão americana, feita por brasileiros * Nem a burocracia aguenta a burocracia * Tecnologia se aprende na escola * Governo e empresários apostam no crescimento acelerado do Brasil * Integração estilo Frog * Um lobby exemplar * “O Estado ganha dentes para punir as empresas” * O fantasma da bolha chinesa * A expansão ficou para depois