Arquivo do mês: agosto 2007

COMENTÁRIO (V)

“Nunca é demais repetir: que segredos tão cabeludos o senador Renan Calheiros detém a respeito dos outros 80 senadores e senadoras, para manter o Senado da República de joelhos?”

Lúcia Hippolito, jornalista, historiadora e blogueira

“Ilustre Visita” de Noel Rosa

Cristina Buarque canta “Só pode ser você” também conhecida como “Ilustre Visita” de Noel Rosa e Vadico, durante a peça musical “O Poeta da Vila e Seus Amores”, de Plínio Marcos, no Sesc Ipiranga em 10/11/2006, no projeto “Em cena, ações”. A direção é de Heron Coelho.

LIVROS, LIVROS À MÃO CHEIA…

“Oh! Bendito quem semeia
Livros… livros à mão cheia…
E manda o povo pensar!”

Castro Alves

Promotor acusado de assassinato em SP vai tirar férias

O promotor Tales Ferri Schoedl, que confessou ter matado Diego Mendes Modanez, em 2004, vai tirar férias de um mês. Na última quarta-feira (29), órgão especial do Colégio de Procuradores do Ministério Público do Estado decidiu que o promotor permanecerá no cargo. A manutenção do voto foi definida por diferença de apenas um voto –16 contra 15.

Schoedl está afastado das funções desde a ocasião do crime, mas mantém o cargo de promotor substituto e, por isso, recebe mensalmente R$ 10.500 de salário. Ele deverá trabalhar em Jales (585 km da capital paulista), onde a vítima viveu com a família na década de 1990. A transferência de Schoedl para atuar no Ministério Público Estadual no município já é alvo de protesto dos moradores.

“O clima não está bom para ele em Jales. Ele vai se afastar por esse período”, informou à Folha o procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo, Rodrigo Pinho. É grande a possibilidade de ele não mais voltar a atuar na cidade.

Com a vitaliciedade, o promotor não irá a júri popular, como ocorre normalmente, e será julgado pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça.

Fonte: Folha Online

FRASE DA VEZ_4/31

“Presidente Lula, afinal, o que o senhor sabia e quanto soube?”

Pedro Fontana (pedrofontana@gmail.com)

Comentário (IV)

Agonia

“Intriga a estratégia adotada pelos aliados do senador Renan Calheiros. Tentam mudar a sistemática de votação, de aberta para secreta, tentam tumultuar o processo, apresentando à última hora uma acusação de suborno cujo impacto o mais aguerrido defensor do presidente, senador Almeida Lima, esvaziou ao reconhecer que a história era antiga, tentam adiar o desfecho pedindo vistas do relatório em prol da cassação de Calheiros, tentam de tudo e não conseguem nada.Só prolongar o drama, evidenciar a falta de consistência da defesa e tornar cada dia mais difícil a operação salva-vida no plenário. Diante do exposto no parecer de Marisa Serrano e Renato Casagrande, a Casa precisará ser de circo para executar recôndito desejo de absolver”.

Dora Krammer, jornalista

FRASE DA VEZ_3/31

“A Justiça desta vez funcionou, hein, Dirceu? Quem diria, não? Que seja sempre assim!”

Oswaldo Chiquetto (oswaldochiquetto@superig.com.br)

TOME NOTA:

1 – É uma rematada deturpação dos fatos a tentativa de transformar postos de votação em tribunais populares, como fez o presidente Lula ao comentar a decisão do STF sobre o mensalão.
2 – Depois de anunciar mais R$ 4,7 bilhões para a área social, o governo voltou atrás e informou que nem os R$ 2 bilhões da Saúde estão garantidos. Já o Bolsa-Família incluirá jovens de até 17 anos.

3 – Dois dias depois do julgamento do mensalão, o clima de dever cumprido deu lugar a uma atmosfera pesada, ontem, no STF, em função das declarações atribuídas pela Folha de S. Paulo ao ministro Ricardo Lewandowski, de que “todo mundo votou com a faca no pescoço”.

4 – O governo de Lula procura um consenso sobre os efeitos que a crise internacional terá no crescimento da economia brasileira. O ministro Mantega até prevê uma expansão menor, mas afirma que o país manterá resultados positivos. Com a alta da inflação em agosto, cresce a tendência no Copom de frear a redução dos juros. No Planalto, anúncio de motel sobre o PAC virou motivo de piada.

RESENHA DE IMPRENSA

-=- O presidente Lula disse que seu governo não foi atingido pela decisão do STF de processar os envolvidos com o mensalão – entre eles, antigos homens-fortes do PT e do Planalto: “Tentaram me atingir e o povo deu a resposta na eleição do ano passado”. Lula elogiou a atuação do STF como parte de uma democracia sólida, mas destacou que ninguém foi inocentado ou culpado. O deputado José Genoino (PT-SP) disse que é inocente e que não havia quadrilha no PT.

-=- A Pesquisa de Orçamento Familiar do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que 10% de brasileiros mais ricos gastam 10 vezes mais que os 40% mais pobres. O estudo mostra que o brasileiro trabalha para pagar as contas. Em média, 74,69% da renda mensal é usada para custear a habitação, alimentação e transporte. Só depois vêm as despesas com saúde (6,49%) e educação (4,08%). A desigualdade em Minas Gerais é menor do que a média brasileira. Os ricos gastam 8,9 vezes mais que os pobres.

-=- Deputados da bancada ruralista e do núcleo agrário do PT iniciaram uma ofensiva para viabilizar a terceira renegociação geral das dívidas rurais desde 1995. Em nome de um grupo de trabalho criado para estudar o tema, os parlamentares apresentaram ontem um anteprojeto de lei que prevê a rolagem de pelo menos R$ 70 bilhões em dívidas vencidas e a vencer por até 30 anos. A proposta beneficiaria cerca de 400 mil produtores, assentados da reforma agrária, agricultores familiares e grandes proprietários.

-=- O governo federal vai abrir a torneira para os investimentos até o final do ano, sinalizou ontem o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, ao garantir que a meta de superávit primário do governo será cumprida. Para este ano, a meta é de 3,8% do PIB, excluindo-se o PPI. Até julho, a economia do governo para o pagamento de juros já somava R$ 79,6 bilhões, um recorde para o período. Em 12 meses equivale a 4,37% do PIB, acima, portanto, da meta.

-=- Em solenidade com familiares e mortos de desaparecidos políticos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu criar uma comissão para obter dos atuais militares informações sobre os restos mortais de opositores mortos pela ditadura militar (1964-1985). Lula, porém, pediu que a decisão fosse mantida em reserva, para não atrapalhar as novas negociações sobre informações da repressão política que os ministros Nelson Jobim (Defesa) e Paulo Vannuchi (Direitos Humanos) estabelecerão com os comandantes militares

-=- Em um recado claro aos tucanos favoráveis a uma aproximação do PSDB com o Planalto, o ex-governador Geraldo Alckmin defende que o partido priorize a oposição ao governo do presidente Lula. “Entendo que Aécio Neves coloque a questão da civilidade na política e o bom relacionamento entre os partidos em termos administrativos, mas na democracia quem ganha governa e quem perde fiscaliza”, disse em entrevista à imprensa paulista.

A TRISTE REALIDADE BRASILEIRA

Fonte: defaria.com.br